Guia online do Usuário v4.0 até v4.10 do DivEs - Diversidade de Espécies

Atenção: Versão atual do software 4.10.345.1912

Atualizar

Tópicos

Diversidade de Brillouin: v.4.0

Este índice foi proposto por BRILLOUIN (1962) e recomendado quando a aleatoriedade da amostra não pode ser garantida, como durante amostragens de insetos com armadilhas luminosas, ou se a comunidade foi totalmente identificada, com todos os indivíduos contados, o Índice de Brillouin é a forma apropriada a ser utilizada (DUTRA 1995, citando vários autores).

Entretanto, a maior dificuldade encontrada para a utilização do Índice de Brillouin está na obtenção do logaritmo natural (ln) do fatorial de valores acima de 69, já que o cálculo deste valor é o limite da maioria das calculadoras e microcomputadores. O índice de Brillouin é usado em vez do índice de Shannon quando a diversidade de amostras não aleatórias ou coleções está sendo estimado. Por exemplo, peixes coletados usando a luz produzir amostras tendenciosas uma vez que nem todos os peixes são atraídos pela luz.

O índice de Brillouin é aqui utilizado para calcular a diversidade de peixes recolhidos por engrenagens, que utilizam a luz para a pesca (KHAN 2006).

HB=\frac {lnN!-\sum_{i=1}^{n}{ln\times n_i!}}{N}

Onde: ln é o logaritmo natural; N! = fatorial do número total de indivíduos da amostra; n = número de indivíduos da espécie.


Como citar este texto:

Rodrigues, W.C., 2020. Diversidade de Brillouin. DivEs - Diversidade de Espécies v.4.10 (AntSoft Systems On Demand) - Guia do Usuário. Disponível em: <http://dives.ebras.bio.br>. Acesso em: 05/04/2020


Texto criado em: 01/05/2017 - Atualizado em: 01/05/2017

Você é o visitante de número: 4.203